Quando o desktop dominava o mercado como modelo quase “padrão” de computadores, era comum comprar junto um estabilizador de voltagem, como se fosse um dispositivo obrigatório de segurança. Hoje, sabemos que a proteção que eles oferecem é praticamente nula, pois a rede é bastante instável e eles não resolvem,  por exemplo, quando há corte total da energia e outras situações mais extremas. Nestes casos, o Nobreak é um aparelho realmente indispensável para garantir suprimento de energia e segurança para computadores, servidores e outros equipamentos caros e delicados.

Separamos 5 dicas para te ajudar na hora de comprar Nobreak que seja o melhor para as suas necessidades.

 

Qual a potência necessária para o meu Nobreak?

A primeira característica dos diversos tipos e modelos de Nobreak que você precisará escolher é a potência. O Nobreak, também conhecido como UPS (Uninterruptible Power Supply, ou Fonte de Alimentação Initerrupta, em tradução livre), tem a sua potência representada em volt-ampère (VA). Cabe dizer que, quanto maior o valor de VA, mais equipamentos conectados ele suportará.

Para calcular a potência é necessário fazer o seguinte cálculo: some a potência em watts dos equipamentos que serão ligados a ele e multiplique o resultado por 1,2. Adicione uma margem de 20% a 30% a mais para contemplar eventuais aparelhos adicionais que sejam usados. Você terá, assim, a potência que seu Nobreak deverá possuir para suprir suas necessidades.

 

E quanto à voltagem?

Pode parecer bobagem, mas não se esqueça de checar a voltagem do Nobreak que você está pensando em comprar, pois nem todos os modelos são bivolt, ou seja, adequados tanto para 110V ou 220V. Confira a compatibilidade desse aparelho com a rede elétrica que o suportará.

 

Considere o tempo de autonomia

Uma das vantagens do uso de Nobreaks é que eles possuem baterias capazes de fornecer a energia elétrica necessária no caso de queda do fornecimento. Cada modelo possui uma autonomia diferente, então é aconselhável verificar por quanto tempo é possível trabalhar sem luz elétrica no local. Portanto, se você trabalha ou mora em uma localidade em que a falta de energia pode durar muitas horas, este é um detalhe importante para garantir sua satisfação com o equipamento adquirido.

 

Convencional X Inteligente

Há dois tipos de Nobreak: o convencional, que é o bastante para a maior parte de usuários individuais e o inteligente, que possui um chip capaz de gerenciar o funcionamento de redes através de um software de controle. Esta versão pode preservar o funcionamento do servidor quando o fim da autonomia de suas baterias estiver próximo. Portanto, no caso de uma rede, como nas empresas, o ideal é optar pelo Nobreak Inteligente.

 

Escolha uma marca confiável

Outro aspecto que pode parecer óbvio, mas é desconsiderado por muitos na hora de escolher o Nobreak, é a assistência técnica - serviço oferecido pelos grandes fabricantes. Como se trata de um dispositivo de segurança, a última coisa que se precisa é de um Nobreak com mal funcionamento e ainda por cima sem assistência técnica satisfatória, não é mesmo? Por isso, escolha com cuidado e invista em um equipamento de qualidade para sua estrutura de computadores.

 

Agora que você sabe os principais cuidados que deve tomar na hora de comprar um Nobreak, o próximo passo é fazer uma cotação com uma empresa especializada para escolher a melhor opção.

Powered by Web Agency
Copyright © Nobreaks & CIA. Todos os Direitos Reservados. Grupo INFORMÉDICA.